O amor que inventei: por Vinicius Costa


Uma história de amor inventada, simples, portanto complexa, tranquila, mas de obstáculos existentes, possível, mas também... impossível. História simples e sem fim, onde você não imagina como vai ser os próximos acontecimentos. Em meio a isso tudo, existem muitos riscos, mas o que seria de nós se não arriscássemos? O que teríamos? Nada. Foi por esse e tantos outros motivos que resolvi apostar nesse sentimento, a minha vontade de ver no que iria dar me fez continuar, mesmo sabendo que não iria dar certo.
Momentos, olhares, sorrisos, cheiros e abraços, deixaram de ser coisas simples e rotineiras, passaram de figurantes a protagonistas de uma história perfeita, com tudo para dar certo. Elementos importantes para a criação de um sentimento fortificado.
Há quase um ano atrás, eu te via como alguém que seria difícil de alcançar, ou melhor, difícil de conquistar, como “impossível” e talvez tenha sido esse o meu erro, ter criado uma imagem inalcançável de você (ou até mesmo você esteja passando essa imagem).
Ao passar do tempo, fui te conhecendo melhor, a cada dia que passava uma nova surpresa. Tudo foi ficando muito intenso, um sentimento que chegou de surpresa, ainda que esperado. Por mais que eu tentasse me esquivar, sempre existia aquelas horas em que eu ficava pensando em você, principalmente durante a noite, quando eu saía e ficava olhando para a Lua... passava um bom tempo assim, deitado e te imaginando... era extremamente difícil eu resistir a isso, involuntário a palavra certa.
Até que depois de tanto tempo, te chamei para conversar, contei tudo o que eu sentia, todos os momentos, olhares e sorrisos... tudo foi ficando claro, tudo foi fazendo sentido a cada palavra sua expelida naquele momento. Sabe, eu estava achando perfeito o tempo que eu estava ali, juntos pela primeira vez, conversando sobre essas coisas. 
O tempo se passou... no início da noite, quando já tínhamos conversado sobre tudo, quando as palavras já estavam se tornando vazias, você olhou para mim e disse:
- Apesar de tudo, de todos os problemas, da distinção do certo e o errado (sabendo que o que vou fazer é realmente errado), eu gosto muito de você, sempre tive receio de te dizer isso, não sei, mas acho que eu faria de tudo para te ter ao meu lado... é tudo tão confuso para mim, nós dois... sabe, já não me importa mais o que vão dizer, não me importa o que teremos de problema, eu estou disposta a enfrentar tudo e todos... mas, me promete que vai fazer de tudo para valer a pena? 
- Eu já não me importava mais se você iria gostar ou não de tudo o que eu te disse hoje, só de ter passado esse tempo todo com você, já significou muito para mim, me faço por feliz só de saber que você já sabe de tudo o que eu sinto, mas, eu estou muito feliz por você gostar de mim, isso tudo não é mais um sonho que eu sempre quis realizar, agora é real... sim, prometo fazer valer a pena, eu gosto muito de você... para falar a verdade... Eu Te Amo.
Chegou mais perto de mim, segurou a minha mão, olhou nos meus olhos, foi se aproximando mais e... um beijo... 
Meu despertador tocou, hora de ir para a aula. 
Tudo não passou de um sonho, um sonho de uma história inventada, sonho do amor que eu inventei, um sonho que eu lembrarei com muita saudade.


3 Comentários

  1. Ameeiii

    http://tatianeoliveirablogs.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. gente que lindo,anw*u*

    http://conectadas2.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.